O Que Fazer em Juazeiro do Norte [2020]

Juazeiro do Norte é um dos maiores centros de romarias do Nordeste e o maior do Ceará. Juazeiro é a terra do Padre Cícero, e todo dia chegam à cidade romeiros vindo de vários cantos do mundo.

Juazeiro do Norte é o maior centro de romarias do Ceará, lar da devoção e religiosidade.

Cariri é um Trançado de Religiosidade e Arte Popular

Juazeiro do Norte, Santuário de São Francisco de Assis

Quando você for ao Cariri verá uma terra regada de hábeis artesãos, onde a cultura popular do Nordeste encontra abrigo mesclada com a religiosidade típica do nordestino.

Eu admiro muito o artesanato carirense, rico em suas variações, tons e materiais. É bem provável que você se surpreenda com os artesanatos de couro, palha, junco, cipós, madeira, bambu, raízes, folhas de palmeira e cerâmica de barro.

Artesanato de Juazeiro do Norte

A maior parte do artesanato em Juazeiro tem cunho religioso, e particularmente gosto das artes feitas em xilogravura (uma arte esquecida no tempo) que ilustram as capas de cordéis.

Na Coluna da Hora tem um relógio artesanal, fabricado pelo grande artesão Pelui de Macedo, o legal é que o relógio além também marca dia, mês e fases da lua. A cidade é quente, o oposto de Guaramiranga e Ubajara, então ande com água.

Romarias em Juazeiro do Norte

Padre Cicero esculpido na madeira
Credito: turismonocariri.com.br

O calendário de romarias tem seu ápice em Fevereiro, Setembro e Novembro, você pode ver os dias exatos abaixo.

  • JANEIRO
  • 06/01 – Romaria de Santos Reis
  • 20/01 – Romaria de São Sebastião
  • FEVEREIRO
  • 02/02 – Nossa Senhora das Candeias
  • MARÇO
  • 16 a 24/03 – Semana do Padre Cícero
  • 24/03 – Nascimento do Padre Cícero
  • ABRIL
  • 10 a 12/04 – Semana Santa
  • JULHO
  • 20/07 – Aniversário de Morte do Padre Cícero
  • SETEMBRO
  • 14/09 – Procissão dos Carros Romeiros
  • 15/09 – Padroeira Nossa Senhora das Dores
  • OUTUBRO
  • 04/10 – Romaria de São Francisco de Assis
  • NOVEMBRO
  • 01/11 – Dia do Romeiro 02/11 – Finados

9 Locais Religiosos de Juazeiro do Norte

#01 – Igreja dos Salesianos

Credito: turismonocariri.com.br

Também chamada de Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. Essa Igreja foi erguida no ano de 1949 e era desejo pessoal do Padre Cícero, suas características arquitetônicas seguem uma maquete trazida de Roma pelo sacerdote.

A bela imagem do Coração de Jesus no altar foi produzida por salesianos de Gênova (Itália) e seu templo é um dos principais cartões postais de Juazeiro.

É uma das igrejas mais frequentadas pelos romeiros.

#02 – Luzeiro da Fé

Luzeiro da Fé ou Luzeiro do Cariri

O Luzeiro da Fé (ou Luzeiro do Cariri) possui mais de 100 m de altura e pesa cerca de 250 toneladas, criação do arquiteto Luiz Deusdará, simboliza uma homenagem aos milhares de romeiros que visitam Juazeiro do Norte todos os anos.

Vá visitar o Luzeiro durante o dia, e depois siga para a Colina do Horto.

#03 – Capela do Socorro

Capela do Socorro em Juazeiro
Credito: turismonocariri.com.br

A Capela data de 1908 e fica no Centro de Juazeiro. A importância deste local de devoção é que Padre Cícero foi sepultado lá, em 1934.

Sendo assim, é um dos lugares mais sagrados pelos romeiros, de grande visitação, e um dos túmulos mais visitados de todo o mundo. Você verá vitrais com imagens do Padre Cícero e da Beata Maria de Araújo.

Eu acho a Capela muito bonita e preservada, porém nos dias de romarias fica completamente lotada.

É um dos principais pontos turísticos de Juazeiro do Norte.

#04 – Santuário de São Francisco

Santuário de São Francisco no Juazeiro do Norte

O Santuário de São Francisco das Chagas é considerado um dos maiores templos do Brasil, popularmente chamado de Igreja dos Franciscanos, data de 1950.

Uma curiosidade é que em seu teto estão cravados os nomes das pessoas que ajudaram na construção do Santuário.

A Igreja fica no bairro dos Franciscanos e ao seu redor fica o famoso Passeio das Almas, aberta à visitação e para caminhadas.

#05 – Passeio das Almas

Passeio das Almas no Santuário de São Francisco em Juazeiro
Credito: Lucianopaixaopelojuazeiro.blogspot.com

É um percurso suspenso pelo Santuário de São Francisco. De longe chama atenção sua torre de 45m, adornada com relógios e sinos que dobram todas as quartas na missa da Hora da Graça.

Você verá também um monumento esculpido na Itália de São Francisco das Chagas.

#06 – Basílica de Nossa Senhora das Dores

Basílica de Nossa Senhora das Dores - Juazeiro do Norte
Credito: turismonocariri.com.br

Esta basílica é considerada o primeiro templo católico de Juazeiro, erguida em 1827, quando a cidade se chamava Joazeiro. Pe. Cicero, a época capelão na capelinha, concluiu que a vila de Joazeiro necessitava de uma igreja maior, e sob seu comando, a igreja recebeu nova construção entre 1875 e 1884.

No ano de 2003 a Paróquia-Matriz foi elevada para Santuário Diocesano.

#07 – Estátua do Padre Cícero

Estatua de Padre Cícero

O mais conhecido cartão postal de Juazeiro do Norte, fica no alto da colina do Horto, onde Padre Cícero se refugiou em retiro espiritual.

É o monumento mais conhecido e visitado de Juazeiro do Norte. A estátua mede 27 m de comprimento.

Outra curiosidade: Me falaram que você deve escrever seu nome na estátua, é quase que uma tradição dos romeiros. Por isso, como simples ato de fé, leve uma caneta.

O monumento é a terceira maior estatua de concreto do mundo.

#08 – Casa Museu do Padre Cícero

Casa Museu do Padre Cícero
Credito: turismonocariri.com.br

A casa onde Padre Cícero viveu virou o Museu do Padre Cícero, o museu fica na Rua São José, 242. O museu guarda peças de uso pessoal, louças, paramentos de sacerdócio, fotos entre outros.

O Museu pode ser visitado na semana, nos horários de 8:00 às 11:00 e de 13:00 às 17:00. Aos domingos o museu abre suas portas somente pela manhã.

#09 Trilha do Santo Sepulcro

Trilha do Santo Sepulcro

A Trilha do Santo Sepulcro fica bem na Colina do Horto, mede 2,8 km e vai exigir esforço de você. A Trilha mistura ecoturismo e turismo religioso, isso porque, durante um bom tempo, os beatos faziam esta trilha para meditação.

Assim, muitos romeiros escolhem fazer a Trilha como uma forma de penitência.

» Dicas rápidas

_1. Se você não pretende ver de perto as festas religiosas, não vá ao Juazeiro nos dias de romarias. A cidade lota de romeiros e as visitações ficam bem disputadas.

_2. Conheça o Parque Ecológico das Timbaúbas.

_3. Vá visitar o Centro de Cultura Popular de Juazeiro do Norte, além de cozinha típica, exposições e artesanato, o Centro também serve de palco para cordéis e apresentações folclóricas.

_4. Conheça outros roteiros turísticos no Ceará.

Juazeiro do Norte: Cultura Popular e Culinária Típica

Certamente que o Cariri é berço e palco de cultura popular, os traços da cultura regional são bem fáceis de se perceber na rotina da cidade, onde até reisado tem espaço em suas festas populares.

#01 Polo Gastronômico Lagoa Seca

Polo Gastronômico Lagoa Seca, Juazeiro
Credito: turismonocariri.com.br

O Polo é um ótimo lugar para você curtir bem a noite no Juazeiro. Muitas opções de comidinhas e refeições elaboradas baseadas em pratos regionais te aguardam no polo gastronômico da cidade.

Afinal são mais de 30 opções distribuídas entres restaurantes, lanchonetes, bares e até hotéis.

#02 Mercado Central de Juazeiro do Norte

Mercado Central de Juazeiro do Norte
Credito: turismonocariri.com.br

Fica no centro de Juazeiro, localizado entre as lojinhas típicas do comercio local, o Mercado Central – maior centro popular de compras do Cariri.

Você encontra no mercado lembrancinhas, utensílios variados, muitas peças de artesanato regional e as famosas comidas típicas. Ao visitar Juazeiro do Norte não deixe de fazer uma visita lá.

#03 Mercado do Pirajá

Mercado do Pirajá - Juazeiro

O Pirajá é o mercado municipal Governador Gonzaga Mota, mas acho que ninguém ali sabe o nome oficial. Chamado por todos de Mercado do Pirajá ou Mercado Municipal do Pirajá, o local distribui os hortifrutigranjeiros da região do Cariri.

Mas também você encontra lojas de roupas, joias, bancas com remédios caseiros e esses artigos típicos de mercado. De qualquer forma, é um ótimo lugar para você conhecer mais a fundo a cultura local.

Sim, o mercado é uma das maiores feiras ao ar livre do Ceará.

#04 Centro de Artesanato Mestre Noza

Centro de Artesanato Mestre Noza

Já o Centro de Cultura Popular Mestre Noza abriga artesãos incríveis de Juazeiro e da região do Cariri.

O nome é uma homenagem ao grande Mestre Noza, o primeiro artesão do Cariri, e conta com obras de mais de 100 artesãos da região do Cariri.

Me impressionei com a qualidade e diversidade dos trabalhos e o local tem uma curiosidade; era o antigo prédio da polícia militar. Não deixe de ir.

#05 Mulheres da Palha

Credito: Caririrevista.com.br

Fica em uma casa azul na Rua do Horto e funciona como uma associação onde as artesãs, que costumam moldar nas calçadas de suas casas, chapéus, bolsas e acessórios, se encontram para refinar o artesanato.

O trabalho é todo feito no traçado da palha da carnaúba, árvore típica da Caatinga, produzindo inúmeros tipos de chapéu de palha tão comuns entre os romeiros para se protegerem do sol forte e para amenizar o calor ardente do Cariri.

Concluindo

A região do Cariri é exótica, rica em cultura e religiosidade. E Juazeiro do Norte é o centro desta religiosidade que atrai milhões de romeiros por ano para as terras do Padre Cícero.

Então, não deixe de um dia visitar o enigmático Juazeiro do Norte. Seja por motivo religioso, seja por cultura popular nordestina, seja pela história, seja por sua história. Assim como tem muita história a linda Tianguá.

E se deseja conhecer o Ceará, veja muitas opções de passeios turísticos. A gente se vê.

Posted by

Naldo Ferreira

Designer e viajante, já rodou pelo mundo e escreve suas experiências de suas viagens e passeios por todo o Ceará em busca de roteiros e lugares inspiradores. Também arranja tempo para produzir vídeos em um projeto de aventuras.
@navibetrip

Você pode gostar disso...

(1) Comentário

  1. Guaramiranga: Natureza, aventuras & romances – 2019

    […] Bom, é melhor você inventar um motivo qualquer para curtir boas histórias na serra, e vá até Pacoti. A vida agradece. P.s. A gente se vê por lá. Mas caso prefira sertão, olhe este post sobre Juazeiro do Norte. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *